Satisfação com Cirurgia Plástica

A satisfação com os resultados da cirurgia estética parece ser mais evidente entre as pessoas mais idosas e entre aquelas que estão sob tratamento da depressão, revela um estudo publicado na revista “Archives of Facial Plastic Surgery”.

Para o estudo, pesquisadores da clínica californiana Premier Plastic Surgery, nos EUA, avaliaram 51 pacientes submetidos a algum tipo de cirurgia plástica facial entre 2007 e 2008.

Foi verificado que os pacientes com mais de 53 anos ficavam mais felizes com o resultado da cirurgia do que os mais jovens. De igual modo, as pessoas que estavam a ser tratadas para a depressão demonstravam maior satisfação com os resultados do que aquelas que não estavam em tratamento.

Para determinarem o grau de satisfação, os investigadores analisaram dados demográficos dos pacientes e os resultados de um teste psicológico a que foram submetidos e que avaliou a propensão para o otimismo ou pessimismo e a autopercepção dos pacientes em relação aos resultados da cirurgia. Com estas informações, foi traçado o perfil dos pacientes mais propensos a ficarem satisfeitos com a cirurgia.

“A capacidade de identificar as características – psicológicas, sociais ou demográficas – dos pacientes na fase pré-operatória pode ajudar a prever a insatisfação com a cirurgia plástica facial, dados altamente úteis para os cirurgiões”, apontou à EurekAlert a líder da investigação, Jill L. Hessler.

O estudo não determinou, contudo, as razões pelas quais os idosos e as pessoas com depressão foram mais propensas a sentir satisfação com os resultados da cirurgia.

Fonte: Associação Portuguesa de Psicogerontologia

0 Comentários sobre "Satisfação com Cirurgia Plástica"

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário sobre Cirurgia Plástica Estética