Brasil ocupa 2ª posição no ranking de cirurgias plásticas

Em 2009, foram realizadas mais de 645 mil cirurgias estéticas no Brasil, o que representou em média 1,7 mil intervenções por dia. O país ficou na segunda posição em número de plásticas, atrás apenas dos Estados Unidos. Parte desse sucesso se deve à busca cada vez maior pelo corpo perfeito.

“Sempre há um padrão de beleza vigente, alimentado culturalmente através da mídia. Hoje isso parece mais exacerbado porque há maior facilidade de comunicação. Mas toda sociedade tem seus valores estéticos”, afirma o psicólogo Alexandre Cavalcanti, professor da Universidade Católica de Brasília.



Assim, ter vaidade não é algo negativo. “A palavra ‘vaidade’ traz consigo a ideia de pecado. Mas se ela for entendida como cuidar de si mesmo, torna-se uma coisa essencial”, diz Cavalcanti. O problema, lembra o especialista, é quando a pessoa deixa de manter um equilíbrio com o ambiente em que vive, não aceitando as fases naturais de seu desenvolvimento.

Os procedimentos mais procurados são a implantação do silicone e a lipoaspiração. Em terceiro lugar vêm as chamadas cirurgias combinadas (abdominoplastia lipo, silicone lipo, entre outras). Todas as cirurgias devem ser realizadas mediante indicação médica, com critérios que são discutidos com cada paciente.

0 Comentários sobre "Brasil ocupa 2ª posição no ranking de cirurgias plásticas"

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário sobre Cirurgia Plástica Estética