Mamoplastia de redução: cuidados pós-operatórios

Muitas mulheres quando entram em lojas a procura de sutiã ficam frustradas por não acharem o seu número ideal, ou às vezes precisam mandar confeccionar as peças, pelo fato de seus seios serem maiores que os padrões. Além disso, dores físicas, constrangimentos sociais e auto-estima baixa são problemas decorrentes de seios excessivamente grandes. Mas, esses problemas podem ser resolvidos com a cirurgia de redução mamária, ou melhor, mamoplastia de redução. Esta cirurgia é feita na intenção de reduzir o peso e o volume da mama e, ao mesmo tempo, melhorar seus aspectos de posição e forma.

Além de ser indicada para redução dos seios, a cirurgia é recomendada para mulheres com ptose (queda mamária), involução mamária pós-parto e assimetrias entre mamas. Contudo, além destes problemas, a obesidade e o efeito “sanfona” (engorda e emagrece) também são fatores que contribuem para o aumento da mama e a ptose. Antes de se optar pela cirurgia plástica é preciso consultar um médico e, após uma avaliação médica rigorosa, resolver qual procedimento cirúrgico é melhor para o seu caso.

A cirurgia de mastoplastia de redução tem três formas de ser realizada, em relação ao tamanho dos seios. As cirurgias em formas de “L” ou “I” são para mamas menores proporcionando uma redução e levantamento menor. Já a mamoplastia em formado de “T invertido” é a técnica mais utilizada, pois proporciona o levantamento e a redução das mamas excessivamente grandes. Esta técnica faz uma incisão em volta da aréola, no sulco mamário e outro que fará o ligamento dos outros dois cortes, reduzindo e levantando os seios.

Contudo, em todos os casos o cirurgião deve ser cauteloso para não deixa qualquer cicatriz desnecessária. Além disso, a cirurgia dura cerca de 2 a 4 horas e pode utilizar anestesia geral, peridural ou associada, sendo a critério do cirurgião.

Como qualquer cirurgia, o que causa mais dúvidas é o que está relacionado as possíveis cicatrizes que irão permanecer após o procedimento. Entretanto, na redução mamária as cicatrizes são feitas de forma a permanecer escondidas, mesmo que, nos primeiros meses, elas sejam mais visíveis. Elas passam por várias fases até que cheguem à maturação, ou seja, o período final em que já estão quase imperceptíveis.

O cuidado após a mamoplastia de redução é primordial para que resultado final seja satisfatório. Segundo a SBCP (Associação Brasileira de Cirurgia Plástica) as seguintes recomendações são fundamentais após a mastoplastia de redução:


1. Evite esforços nos 8 primeiros dias;

2. Não movimente os braços em excesso. Obedeça as instruções que lhe serão dadas por ocasião da alta hospitalar, relativas à movimentação dos membros superiores;

3. Evite molhar o curativo, até que seja autorizada a fazê-lo;

4. Não se exponha ao sol ou friagem, até segunda ordem;

5. Siga as prescrições médicas conforme estas foram estipuladas;

6. Tenha uma alimentação saudável (salvo casos específicos que receberão a devida orientação), a partir do segundo dia, principalmente à base de proteínas ( carnes, leite, ovo ) e vitaminas (frutas);

7. Voltar ao consultório para curativos subseqüentes e controle pós-operatório nos dias e horários estipulados;

8. Provavelmente você estará se sentindo tão bem a ponto de esquecer-se que foi operada recentemente. Cuidado! Esta euforia pode levá-la a fazer esforços prematuros, o que determinará certos transtornos;

9. Não se preocupe com as formas intermediárias nas diversas fases. Tire com seu cirurgião suas eventuais dúvidas.

Durante 2 a 3 meses depois da cirurgia a paciente deve usar o sutiã cirúrgico no período integral, pois ele protege e sustenta os seios. Os resultados permanentes e definitivos de uma mamoplastia de redução surgem do 8 º ao 18 º mês após a cirurgia. Entretanto, com o tempo, idade, gravidade e até falta de cuidados os seios podem aumentar ou decair novamente, seja por motivos como a gravidez ou sobrepeso.

Fonte: Heloisa Pereira Oliveira

Equipe de Redação Portais da Moda Departamento de Saúde

0 Comentários sobre "Mamoplastia de redução: cuidados pós-operatórios"

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário sobre Cirurgia Plástica Estética