Prevenção de câncer de mama em caso de cirurgia plástica

Entrevista com Álvaro Antonio Borba, Médico Radiologista responsável pelo Serviço de Imagem da Mama da Clinoson. Ele fala sobre a prevenção do câncer de mama, inclusive em casos de pessoas que fizeram implante de prótese através de cirurgia estética.

Atualmente, qual a incidência de câncer de mama no Brasil?

O câncer de mama é o segundo câncer em incidência nas mulheres. Estima-se que 50 mil novos casos da doença devem surgir no Brasil no próximo ano e que possa ocorrer em torno de 11 mil casos de óbito. Esses dados reforçam a importância das campanhas de conscientização. O que também faz com que os médicos se especializem mais na área, sobretudo da área diagnóstica.

Qual a idade mais recomendável para se iniciar os exames de diagnóstico para o câncer de mama?

A Sociedade Brasileira de Mastologia recomenda o exame de mamografia anualmente a partir dos 40 anos. Contudo, devido ao aumento da incidência em mulheres mais jovens, percebe-se uma tendência da realização desses exames mesmo antes dessa idade, em torno dos 35 anos.


Quais os cuidados no caso dos implantes (próteses) de silicone através de cirurgia plástica?

Os implantes estão sendo usados com maior frequência e cada vez mais em mulheres jovens. Quando uma mulher vai colocar um implante de silicone é importante que ela tenha em mente que os tecidos mamários continuam contíguos às próteses, o que reforça a necessidade de cuidados. Uma boa investigação mamária deve ser realizada antes de submeter-se à cirurgia, o que evita o risco da colocação de uma prótese onde exista um tumor. Após a colocação da prótese de silicone, os cuidados com a mama devem continuar, por meio de mamografia e da ecografia complementar.


E os casos de mulheres que retiram parte ou toda a mama (mastectomia) com colocação de próteses mamárias?

São pacientes que fazem exames de rotina e descobrem um tumor inicial, não havendo a necessidade da retirada de grande parte da mama, e sim uma pequena parte. Resseca-se apenas a parte com o tumor e pode-se colocar uma prótese de silicone para compensar a parte que foi retirada. Muitas vezes, as pacientes optam em reparar a outra mama, pois, a “mama nova” pode ficar até mais bonita que anterior. Hoje em dia, com novos formatos e melhor qualidade das próteses de silicone, as pacientes estão sendo beneficiadas. Muitas mulheres fazem concomitantemente a cirurgia de mastectomia com o inclusão do implante de silicone. Outra opção é a reconstrução mamária com a musculatura abdominal.




Quais dicas que podem ser oferecidas aos nossos leitores?

A prevenção é o mais importante. A grande diferença em um tumor de mama é o estágio no qual é descoberto. Quanto mais precoce é a descoberta, maior é a chance de cura total. Então, é recomendável que, desde a adolescência, as mulheres saibam conhecer e examinar sua mama. Também, consultas anuais com o ginecologista são recomendadas.


Fonte: Site Consumidor RS

0 Comentários sobre "Prevenção de câncer de mama em caso de cirurgia plástica"

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário sobre Cirurgia Plástica Estética